O PCP na prática

Nós já falamos aqui no blog, em outras oportunidades, sobre a importância do planejamento em qualquer ação dentro da indústria. Não é possível produzir sem estar preparado para suprir a demanda do cliente. O tema deste texto tem tudo a ver com isso. Vamos falar sobre Planejamento e Controle da Produção, mais conhecido como PCP.

O setor pode ficar a cargo de uma só pessoa, de uma divisão dentro da logística ou de um departamento inteiro. Isso vai depender do tamanho da empresa e da demanda dos clientes. O importante mesmo é não deixar de trabalhar com o planejamento, independente do tamanho do seu negócio.

Pontos importantes

Assim que um pedido chega, quem vai organizar o fluxo de produção é o PCP. Basicamente, o processo envolve planejamento, programação e controle. Três palavrinhas simples, que fazem toda a diferença nos processos de produção:

– planejamento: o que e quando será produzido;

– programação: preparação dos recursos utilizados para operação (estoque, equipe e maquinário);

– controle: monitoramento da produção e correção de desvios;

O trabalho do PCP é preparar a empresa para atender a demanda do cliente, verificando se há matéria-prima em estoque, planejando a forma e o tempo de produção, definindo prazos e programando as entregas.

Mas atenção!

É importante aqui deixar claro que nem sempre tudo sai como o planejado e não tem problema se não sair. Por exemplo: máquinas podem quebrar, fornecedores podem atrasar e funcionários podem faltar. Porém, também é função do PCP identificar as falhas e aplicar soluções. O essencial é estar atento a tudo e agir rapidamente para que o cliente não seja prejudicado.

 

Conte Conosco!

Posts recomendados