Starup curitibana é selecionada para programa nacional de aceleração

Certus Software foi uma das oito empresas brasileiras a passarem no processo seletivo

A Baita Aceleradora divulgou a lista das startups selecionadas para participar do seu processo de aceleração. A paranaense Certus Software foi uma das oito empresas a conseguir uma vaga para participar do ciclo, que é considerado um dos mais concorridos do país. Centenas de startups de todo o Brasil participaram e apenas uma paranaense conseguiu entrar.

O contrato foi assinado nessa semana e, a partir de agora, durante seis meses, a equipe da Certus Software viverá uma imersão, que promete revelar o que há de mais avançado no mercado mundial de startups. “Estamos muito confiantes de que esta experiência será um divisor de águas em nossa empresa”, destacou Fábio Ieger, CEO Founder da Certus.

A Certus Software trabalha, desde 2013, com o desenvolvimento de soluções tecnológicas, exclusivas e competitivas para o mercado de micro e pequenas indústrias. Para Fábio Ieger, a qualidade do produto oferecido pela empresa e o nível técnico da equipe foram os diferenciais para alcançar a vaga no programa. “É o reconhecimento de um trabalho que realizamos com dedicação todos os dias, resultado do esforço de uma equipe competente, que desenvolveu um produto de ponta”, afirma.

A Baita Aceleradora disponibiliza apenas duas turmas por ano. O principal objetivo é proporcionar um ambiente colaborativo entre empreendedores, mentores, investidores e instrutores. A metodologia oferecida é inovadora e focada em desenvolver startups com potencial para gerar valor de forma responsável e sustentável.

O co-fundador da Baita Aceleradora, Rodolfo Baccarelli, garante que participar do programa aumenta as chances de sucesso de qualquer empresa. “Os empreendedores participantes passam a contar com o apoio direto de um time de profissionais experientes no desenvolvimento de startups inovadoras. Os resultados imediatos para o empreendedor são o aprimoramento da capacidade de gestão, a ampliação das oportunidades de negócio e, portanto, das chances de sucesso da startup”.

Fábio Ieger comemorou a conquista. “Estamos ansiosos para desenvolver ainda mais o nosso negócio. Temos certeza que o programa vai proporcionar crescimento. Para trabalhar com tecnologia, é preciso avançar todos os dias e é isso que buscamos”, afirmou.

De acordo com o José Eduardo Rabello – CPO co-founder, um aprendizado que vem em boa hora para garantir ainda mais o desenvolvimento da Certus. “Como startup estamos em constante crescimento e a aceleração com a Baita virá a agregar muito nos nossos processos”, afirma.

O programa prevê coworking, peer-learning, mentorias, aporte financeiro e muito networking.

 

Além da Baita, a Certus Software também foi aprovada no programa de aceleração INOVATIVA Ciclo 2017.2.

 

E vamos ao trabalho…

Posts recomendados